Vive e trabalha actualmente no Porto. Tendo-se dividido nos últimos anos entre o Porto, Nova Iorque e Taipé.
Licenciado em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes da UP, onde viria anos mais tarde a concluir o mestrado com distinção em Pintura. Expõe com regularidade desde 2007, destacando-se recentemente as diversas exposições individuais em Nova Iorque, assim como a última realizada em Taipé, na galeria TKG+.
As residências artísticas durante 6 meses na RU (Residency Unlimited), Nova Iorque; e durante 2 meses na STUPIN.ORG (TKG+ Projects), Taipé, foram excelentes plataformas de divulgação para colaborações e exposições que ainda hoje estão em curso.
O seu trabalho explora diversos meios, desde a pintura, ao desenho, escultura e instalação. Os quais têm sido destacados e de onde já recebeu diversos prémios e menções honrosas. Filipe Cortez aborda a memória e o tempo do espaço arquitectónico, explorando/dissecando edifícios abandonados ou bairros em transição pelas cidades onde expõe ou vive.
Para o próximo ano prevêem se novas exposições, entre Portugal, Nova Iorque, Taipé e Hong Kong